Empreender é mudar a chave do pensamento sobre trabalho

Gestão, Liderança
25 de junho de 2018

Com a colaboração de Eduardo Santinoni, sócio-diretor da Y Franquias

Existe uma tendência em procurarmos situações de conforto, segurança e estabilidade para nossa vida. Principalmente nos aspectos profissional e financeiro. Quem tem essa busca como sonho principal vai atrás, por exemplo, de entrar no serviço público via concurso. A probabilidade de demissão é quase inexistente e alguns salários são bastante atraentes. Em Brasília, sede do governo federal, uma parcela considerável de estudantes já entra na faculdade com essa ideia como meta. Ou simplesmente passam anos estudando para conseguir uma vaga.

Há também quem busque estabilidade e tranquilidade seguindo pelo caminho do empreendedorismo. Afinal, se eu mesmo for meu chefe, impossível ficar desempregado. Além disso, ser empresário ainda transmite a ideia de alguém, se não rico, pelo menos bem resolvido financeiramente. Tal imagem, em muitos casos, é um grande equívoco.

Ser empreendedor e gerir um negócio com eficiência exige resiliência, paciência e o reconhecimento a tempo das oportunidades. Quase sempre deve-se estar disposto a trabalhar muito, durante muitos meses, sem remuneração alguma. É melhor saber de antemão que quando o foco é apenas ganhar dinheiro, o resultado pode ser frustrante. Empreender não deve ser visto como comprar um emprego e esperar sentado uma renda fácil e garantida. Longe disso.

Outro ponto fundamental é estabelecer uma conexão honesta entre o ser e o fazer. Uma oportunidade de mercado totalmente fora das minhas habilidades, personalidade, vocação ou propósito dificilmente trará frutos. Seria considerar apenas um fator externo sem ouvir meus anseios como pessoa, profissional e cidadão do mundo. Uma situação que pode provocar tédio, angústia e depressão até mesmo em curto prazo. O conceito ideal do trabalho, em especial como projeto de vida, deve considerar muitos outros fatores além do financeiro.

O engenho criativo para encontrar caminhos novos ou reinterpretá-los. A vontade de crescer e oferecer algo que faça diferença. A coragem de encarar desafio e correr riscos. Estes são os valores necessários para que qualquer empreendimento exista com força, coerência e solidez. Empreender é agregar, propor sentido, dar vida às ideias.

Para objetivos claros e consistentes com mais chances de sucesso é necessário mudar a chave da mente ao se aventurar por conta própria pelo mundo. Como passar do pensamento técnico ao estratégico e do comportamento de empregado à postura de gestor. Sem, no entanto, abrir mão de nenhuma dessas perspectivas. Não é algo que um curso ensine. Nem existem fórmulas prontas. Porém, aprender sempre, estudar e se atualizar, é imprescindível. Um empresário deve ampliar o leque de conhecimentos e ter ótimas noções de direito, finanças, recursos humanos e marketing, entre outras.

Criar, crescer e ser sustentável com uma empresa requer uma série de atitudes, competências e muito foco. E isso é incompatível com a visão de mares calmos no horizonte. Estabilidade tem conotações positivas, mas até certo ponto. Pode indicar planejamento, controle e solidez. Ou significar estagnação e acomodação. Evoluímos como espécie porque arriscamos e o mundo nos forçou a ter ideias, achar soluções e construir o novo. O incômodo é nato à existência humana. Foi o que possibilitou as conquistas que usufruímos em cada época.

Arrisquemo-nos sempre em busca do melhor!

Compartilhe!

Contato

Vamos juntos encontrar soluções para promover transformações organizacionais positivas e os melhores resultados para todos?